Arujá oferecerá teste rápido de sífilis pelo SUS

A Secretaria da Saúde de São Paulo irá oferecer testes rápidos gratuitos para triagem de sífilis, doença sexualmente transmissível, em 39 cidades do Estado a partir de junho.

Para a realização do teste os agentes da saúde retiram uma amostra de sangue da pessoa para análise, coletada por punção digital ou venosa. O resultado sai entre 10 e 15 minutos.

Inicialmente 39 cidades irão oferecer o teste nos Centros de Testagem e Aconselhamento e Serviços de Assistência Especializada. A ideia é que até 2013 os testes rápidos de triagem de sífilis cheguem a todos os serviços de testagem do Estado, localizados em 145 municípios.

No Estado, a taxa de prevalência de sífilis em gestante de 15 a 49 anos de idade é de 1,6%. Segundo a Secretaria, 40% dos casos de sífilis congênita resultam em perdas fetais (abortos e natimortos).

Para a Organização Mundial da Saúde, a eliminação da doença significa ter 0,5 casos em mil nascidos vivos. São Paulo mantém, como taxa de incidência, 1,92 casos em mil nascidos vivos.

Maria Clara Gianna, coordenadora do Programa Estadual DST/Aids, disse que a implantação do teste rápido para triagem da sífilis contribuirá para a efetivação do Plano de Eliminação da Transmissão Vertical, que tem como meta eliminar a sífilis congênita em todo o Estado até 2015.





Para Gianna, ainda que haja informação técnica para a prevenção da doença, ela ainda é um importante problema de saúde pública. De acordo com ela, a doença pode ser totalmente evitada “caso a gestante e o seu parceiro sexual sejam diagnosticados e tratados adequadamente durante o pré-natal”.

O Centro de Referência e Treinamento em DST/Aids mantém serviço telefônico gratuito para tirar dúvidas da população sobre sífilis e demais doenças sexualmente transmissíveis. O telefone é o 0800-16-25-50 e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

As cidades onde o teste rápido de sífilis será oferecido a partir de junho são: Americana, Arujá, Bauru, Bragança Paulista, Campinas, Campos de Jordão, Carapicuíba, Cotia, Diadema, Ferraz de Vasconcelos, Franca, Franco da Rocha, Guarulhos, Itanhaém, Itapeva, Itapira, Itaquaquecetuba, Itatiba, Jaboticabal, Jundiaí, Lorena, Mauá, Olímpia, Osasco, Pederneiras, Poá, Ribeirão Pires, Rio Claro, Santa Barbara D’oeste Santa Isabel, São Caetano do Sul, São Roque, Sorocaba, São Paulo, Taboão da Serra, Taquaritinga, Taubaté, Vargem Grande Paulista, Várzea Paulista.

Fonte: Jornal de Floripa





Deixe seu comentário