Arujá: Canalização do Baquirivu será iniciada em 2014

Em reunião do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) realizada na última quarta-feira, o secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Edson Giriboni, assegurou ao prefeito Abel Larini e demais gestores da região que as obras de canalização do Rio Baquirivu devem ser iniciadas no próximo ano e concluídas em 2017.

A canalização está estimada em R$ 360 milhões e beneficiará tanto o município de Arujá quanto o de Guarulhos. Segundo Giriboni, os projetos básico e executivo da obra devem ser finalizados no próximo mês de agosto e preveem, além da canalização, outras ações que visam o controle de enchentes: a construção de três piscinões e os serviços de desassoreamento.

A notícia foi bem recebida por Larini, que na oportunidade agradeceu a presença de Giriboni no encontro. O prefeito também enalteceu a postura do secretário estadual de Desenvolvimento Metropolitano, Edmur Mesquita, que se comprometeu a reunir prefeitos e secretários estaduais para a discussão dos temas pertinentes a cada área: “Ganhamos muito em produtividade”.

Sabesp

Durante a reunião, promovida justamente para tratar das questões de saneamento e recursos hídricos, o governo estadual apresentou um balanço dos serviços prestados pela Sabesp na cidade de Arujá, bem como os planos de execução de 88 km de redes coletoras e 3,8 do coletor-tronco Perová, que transportará os esgotos para a Estação de Tratamento (ETE) de São Miguel.





Entre as ações concluídas, estão a implantação de 8,5 km de redes coletoras, linha de recalque e estação elevatória de esgotos no Jardim Emília e de 6,9 km de redes coletoras no Centro Industrial e Jordanópolis. Já a travessia sobre a Dutra para o esgotamento do Jardim Joia e Tupi aparece como “pendente”, pois necessita de autorização da ANTT e Nova Dutra.

Em execução, estão listados os serviços de setorização com uma estação de tratamento de água e de 4,5 km de rede de distribuição de água nos bairros Centro, Centro Industrial, Parque Rodrigo Barreto, Jardim Pinheiro, Mirante e Jardim Rincão, bem como a execução de 3,8 km de coletor tronco no bairro Perová e 0,4 km de linha de recalque.

Também constam como obras em execução: 68 km de rede coletora de esgoto e uma estação de tratamento, 4.500 ligações domiciliares e industriais nos bairros Arujá Country Club, Arujazinho I, II, III, IV e Arujá 5, Parque Nossa Senhora do Carmo, Jardim Fazenda Rincão, Jardim Real, Jardim Via Dutra, complemento do Jardim Emília e Jardim Pinheiro.

Larini, na oportunidade, parabenizou a Sabesp pelo trabalho realizado no município: “A estatal vem atuando fortemente em Arujá e tem tratado nossas reivindicações com seriedade. Tanto é que hoje temos ótimos índices: 99% de rede de água e 60% de esgotos coletados, sendo que 100% do esgoto coletado é tratado. A meta agora é melhorar ainda mais esses números”.

O prefeito esteve acompanhado pelo secretário municipal de Planejamento, Flavio de Senço e pelo secretário adjunto de Serviços, Edson Nasser.

Fonte: Prefeitura Arujá





Deixe seu comentário